O dia que a Ferrero se lambuzou...#fail


No mês de maio a companhia decidiu acabar com um site e facebook chamado Nutella Day!




O evento organizado por fãs da marca estava sob risco após a sua criadora Sara Rosso revelar ter recebido uma carta de advogados da marca pedindo para que ela desistisse de realizá-lo.


Passado alguns dias depois do agito todo em cima por causa dos fãs da marca que não queriam o fim do site,  Sara afirmou que profissionais da Ferrero “entraram em contato assim que postei meus comentários” e que “eles foram muito gentis, compreensíveis e abertos a uma conversa sobre manter o World Nutella Day vivo para os fãs, que é o (nosso) ponto principal”.

Comunicado da empresa pós caso:


“Um contato direto e positivo entre a Ferrero e Sara Rosso, criadora da fan page não oficial da Nutella e do World Nutella Day colocou um ponto final no caso. A Ferrero gostaria de expressar à Sara Rosso agradecimentos sinceros por sua paixão pela Nutella, agradecimentos que valem para todos os fãs da World Nutella Day. A situação surgiu após um procedimento de rotina para a defesa da marca ter sido iniciado como consequência de um uso incorreto da marca Nutella na fan page. A Ferrero tem o prazer de anunciar que, após contatar Sara Rosso e encontrarem juntos as soluções apropriadas, as ações prévias foram interrompidas imediatamente. A Ferrero se considera muito sortuda de ter fãs como Sara Rosso, tão leais e devotos a Nutella.”


Isso é um resumo da história, mas ai decidi fazer uma reflexão em cima disso! Vamos aos pontos de observação...

  1. A Fundadora do World Nutella Day recebeu ordens para parar de utilizar nome da marca em qualquer publicação; 

    Essa história já ocorreu comigo, mas em situação diferente. Comprei um apto de uma empresa muito conhecida no mercado... tive muitos problemas, dor de cabeça, perdi um tempo e o apto nada... não consegui financiamento, transferir ou vender e quando fiquei sabendo eles estavam vendendo meu apto sem eu saber! Legal né.

    "A carta com a ordem para cessar as atividades foi uma espécie de surpresa e desapontamento, já que ao longo do tempo eu vinha tendo contato e experiências positivas com muitos colaboradores da Ferrero, com o time de relações públicas da empresa e seus consultores de marca", escreveu Sara, em um post de despedida.

    O que fiz, criei um blog e comecei a falar pra todo mundo as coisas erradas que a empresa fazia. Resultado: Ganhei uma notificação extra judicial para deixar de falar mentiras da empresa e que não poderia usar o nome ou imagem deles...

    Ai eu vejo um caso desse, de um dia internacional do produto da Ferrero, propaganda da marca, do produto, engajamento, interação entre os fãs...(veja bem, são fãs..alguns loucos pelo produto) e a "empresa" decide que vai cancelar o evento.

  2. Somente 7 anos depois a empresa decide acabar com o evento;


    Passados 7 anos do evento, blog, site, facebook, etc...  40.000 seguidores e ai vamos acabar com  a brincadeira!!!

    Tem coisa errada ai não é pessoal, ou a Ferrero estava muito desligada nisso, coisa que duvido pois a própria autora disse que muitos funcionários da empresa interagiam com o site, ou alguma coisa por baixo dos panos aconteceu na empresa... aposto que era o departamento jurídico. Por quê eles não tornaram isso maior, abraçaram a causa...chamaram a Sara Rosso para ficar junto deles.

    Ah, essas empresas que não pensam o cliente! Tenho pena...

  3. Cancelamento do dia coincide com o lançamento do Livro de receitas com nutella na Amazon;


    Ai esta um dos pontos que chamou atenção na história, depois de 7 anos e coincidentemente com o lançamento de um livro na Amazon  por $3.00 dólares a blogueira recebe o comunicado...hmmm ... tem coelho nesse mato!!! E o departamento jurídico junto. Usou imagem, marca da empresa.... e ai?! Acaba com a ideia ou trabalha junto com ela. Entrasse em contato para conversar, melhorar, comprar a ideia. 

    No Facebook, fãs protestaram contra a medida da Ferrero. "Você não fez nada mais que promover a Nutella", afirmou Andrea Stegmann à Sara. "Eles deveriam agradecê-la e lhe enviar Nutella para a vida inteira".

    Muitos podem ir contra ao meu pensamento, mas $3 para ela seria muito pouco. Por mais que ela estivesse mal intencionada em ganhar rios de dinheiro, que acho improvável, quantas horas, dias, meses, anos ela trabalhou a fio nesse projeto grandioso e ganhou quanto?!?! Me digam o salário dela para isso. NADA!!! Era um projeto que ela tinha mais reconhecimento e experiência. E você, acha certo ou errado?!?!

  4. Depois de solicitar o cancelamento do World Nutella Day a empresa precisou ouvir reclamações dos fãs para voltar atrás e desistir da ideia.   
    É preciso escutar os fãs brigando e reclamando pra uma empresa tomar atitudes corretas?!

    Isso parece marketing burro e antigo de fazer a empresa aparecer por alguma polêmica. Diz que vai acabar, todo mundo fica triste, bravo e começa a reclamar, o assunto vira sucesso...é pessoal, não vamos ser ingênuos, pode ter isso na jogada também. Afinal leva 7 anos para entrar com pedido de cancelamento e alguns dias para voltar atrás?!

E ai, deixe sua opinião no comentário sobre o assunto! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário