3 negócios fora de crise - PEGN

Os setores de iluminação, bufês de festas e sucos apresentam bons números
Reportagem da PEGN sobre 3 setores em crescimento!

VIVER DE LUZ >>> Em um ano em que vários setores parecem se contentar com crescimento próximo de zero, o mercado de iluminação pode comemorar. A Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux) estima um aumento nos negócios de 3% a 5%. Uma das poucas franquias do ramo, a Casa Santa Ifigênia, de São Paulo, oferece dois modelos de lojas, a Compacta, entre 50 m2 e 70 m2, e a Store, a partir de 70 m2.

INVESTIMENTO INICIAL: a partir de R$ 200 mil
TAXA DE FRANQUIA: R$ 40 mil
PRAZO MÉDIO DE RETORNO: 30 a 36 meses


PARABÉNS PARA TODOS >>> Com estimativa de crescimento de até 25% na Grande São Paulo em 2009, de acordo com o Sebrae, os bufês de festa se revelam um negócio em mutação. Na análise da coordenadora do projeto Gestão da Diversão, Maísa Blumenfeld Deorato, os espaços querem atingir um público mais amplo. “Boa parte dos locais tem mirado nos adultos. Eles investem em brinquedos para todas as idades, como o videogame”, explica.

INVESTIMENTO INICIAL: um bufê com 300 m2 exige R$ 250 mil e um médio, de 500 m2, R$ 400 mil.
PRAZO MÉDIO DE RETORNO: 24 a 40 meses


DÁ PARA ESPREMER >>> O setor de sucos se beneficia da onda de saúde e mantém crescimento médio de 5% ao ano, segundo o Sebrae. Uma das vantagens é o valor inicial relativamente baixo. O problema é a sazonalidade. As vendas podem cair 40% no frio. Durante o verão, o faturamento chega a R$ 20 mil no mês.

INVESTIMENTO INICIAL: R$ 30 mil para uma loja de 30m2 a 50 m2
PRAZO MÉDIO DE RETORNO: 24 a 30 meses

Nenhum comentário:

Postar um comentário